Domingo, 08 de Fevereiro de 2009

Como ficou combinado, hoje partilhamos aqui o final que inventámos para a história " Sabes Maria, O Pai Natal não existe".

A nossa professora leu-nos parte da história do livro e nós tivemos que inventar o resto da história. Sentámo-nos numa roda e fomos inventando, um a um, o final. Para nos ajudar a professora foi dando a cada um uma imagem ampliada, recortada e colada numa cartolina. 

Quando chegámos ao fim da roda a história acabou.

Depois cada um escreveu a sua parte numa folha e fez um desenho. Estes desenhos serviram para fazer o cartaz final. Recortámos as frases e as imagens e colámos por ordem. Adorámos a nossa história!

Agora já podíamos saber o final verdadeiro. E esse fomos nós que o lemos no livro. 

Gostámos muito desta história e até recomendámos o livro no jornal da escola.

Escrevemos aqui o nosso final. Para a parte de cada aluno escrevemos com cores diferentes. Esperamos que gostem.

 

Então o psicólogo disse-lhe que as crianças acreditam nele. Disse-lhe que até ele próprio acredita nele!

E o pai natal voltou a dizer:
- As crianças não acreditam em mim e o senhor que é adulto é que ia acreditar em mim!
Depois o Pai Natal foi para casa e pensou, pensou, pensou … Até que chegou a uma conclusão. Foi ao frigorífico e comeu, comeu, comeu e voltou à sua forma original.
Então, o Pai Natal pegou nas renas e foi entregar os presentes.
Em casa dos dois meninos o cão começou a cheirar e a ladrar.
A Maria viu o cão a ladrar, olhou para cima e viu o Pai Natal.
- Olha, O Pai Natal.
O Frederico, como estava de costas disse que não existia e não estava lá Pai Natal nenhum!
Logo de seguida,  o Pai Natal passou pela chaminé e atirou um presente para a Maria.
Depois, caiu um enorme presente pela chaminé e a Maria disse ao irmão:
- Vês? Vês como o Pai Natal existe?
O Frederico foi para o seu quarto disse:
- Eu não tenho presente.
E começou a chorar.
A Maria abriu o presente e viu que era um jaguar de peluche e foi ao quarto do irmão.
E disse-lhe:
- Olha, chegou um presente para ti. Foi o Pai Natal que te mandou o presente. E mostrou-lhe o seu jaguar.
E o irmão respondeu:
- Não! Eu não tenho presentes. Esse é teu.
E continuou a chorar e a dizer:
- Isto não tem jeito! Ela tem um presente e eu não!
Ao ouvir isto o Pai natal resolveu ir-se embora.
Mas, não conseguiu deixar uma criança triste e quando passou pela chaminé deixou um presente para o Frederico com um cartão que dizia: Frederico, Este presente é para ti. Feliz Natal!
Depois, o menino foi ter o cão e viu o novo presente e disse:
- É para mim!
E ficou muito feliz.
A Maria. Toda contente, começou a saltar muito feliz.
Então disse ao irmão:
- Vês! O pai Natal deu-te um presente!
E começaram os dois a cantar e a dançar.
                                                                           

texto colectivo 3ºC



publicado por Turma da Prof. Filipa às 23:52
Eu gostei desta pagina e da estoria esta LINDA.
-Sim,esta LINDA. BEIJOCAS A TODOS




























































kaya a 10 de Fevereiro de 2009 às 20:13

Somos a turma 3º C da Escola Básica do 1ºCiclo n.º 54 de Lisboa. Somos divertidos e adoramos aprender!
mais sobre nós
Fevereiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28


arquivos
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO