Quinta-feira, 10 de Março de 2011

O projecto Zona T continua este ano, mas desta vez às quintas-feiras!

Quem nos quiser vir fazer companhia apareça no Salão de Festas do Vale Fundão pelas 18:00 horas. Se preferirem podem encontrar-se connosco em frente à escola n.º 54 por volta das 17:30 e depois vamos para o Salão de Festas juntos!

 

Continuamos a partilhar o nosso trabalho através do nosso blogue da ZONTA T

 

http://zonateatro.blogspot.com



publicado por Turma da Prof. Filipa às 23:21
Quarta-feira, 03 de Março de 2010

estátuas da alegria

 

A professora Filipa já não é nossa professora na escola n.º 54 de Lisboa, porque foi colocada noutra escola. :(

No entanto continuamos a ver-nos todas as semanas! Criámos um projecto de Teatro Comunitário e temos os nossos encontros teatrais todas as sextas-feiras às 18.00 horas no Salão de Festas do Vale Fundão.

O nosso projecto de Teatro  chama-se ZONA T e nós adoramos os nossos encontros de sextas-feiras !

Se quiserem conhecer o nosso trabalho podem vir à ZONA T ( 6ª-feiras  no salão de festas do vale fundão às 18.00 horas) ou visitar-nos no nosso novo blogue:

 

http://zonateatro.blogspot.com 

 

 

Venham teatrar  à ZONA T!



publicado por Turma da Prof. Filipa às 20:28
Terça-feira, 20 de Janeiro de 2009

 

 

Apresentámos na última festa de final de ano uma dramatização de um texto de Manuel António Pina. É um texto muito divertido. Até gravámos as nossas vozes! Queres ler e ouvir?

 

 

 Gigões e Anantes

Gigões são anantes muito grandes.
Anantes são gigões muito pequenos.
Os gigões diferem dos anantes porque
uns são um bocado mais outros são um bocado menos.

Era uma vez um gigão tão grande, tão grande,
que não cabia. – Em quê? – O gigão era tão grande
que nem se sabia em que é que ele não cabia!
Mas havia um anante ainda maior que o gigão,
e esse nem se sabia se ele cabia ou não.

Só havia uma maneira de os distinguir:
era chegar ao pé deles e perguntar:
Mas eram tão grandes que não se podia lá chegar!
E nunca se sabia se estavam a mentir!

Então a Ana como não podia
resolver o problema arranjou uma teoria:
xixanava com eles e o que ficava
xubiante ou ximbimpante era o gigão,
e o anante fingia que não.

A teoria nunca falhava porque era toda
com palavras que só a Ana sabia.
E como eram palavras de toda a confiança
só queriam dizer o que a Ana queria.


MANUEL ANTÓNIO PINA

 

 



publicado por Turma da Prof. Filipa às 00:40
Somos a turma 3º C da Escola Básica do 1ºCiclo n.º 54 de Lisboa. Somos divertidos e adoramos aprender!
mais sobre nós
Março 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


arquivos
pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO